Tag Archives: cultura

Legado Cristão

Imagem

É tão fácil falar mal do #cristianismo deitado sobre essa cama confortável que ele ajudou a te assegurar. 

Não se engane pois ética, direito humanos, compaixão, altruísmo e a liberdade que te assegura falar mal do próprio, são alguns dos legados que o cristianismo ajudou a edificar. 

Portanto, antes de jogar pedra na cruz (me valho do jargão), pense no mundo antes da influência cristã. E se você o preferir, serei o primeiro a te presentear com uma espada.

Com as etiquetas , , , , , ,

Não Mr. Underwood!

2043105

Quando assisto House Of Cards eu fico com a incomoda sensação de que a série foi criada só pra debochar de nossas instituições e tradições, e colocar qualquer visão de mundo que destoe dos costumes e práticas dos Underwood’s como isoladas e praticamente extintas.

Família, igreja, autoridades, amor, fé, respeito e moral; no mundo de Frank Underwood – e dos produtores da série – parecem ser meros detalhes maquiavélicos.

E pra quem acha que todo esse arranjo (pessimista) chancela realismo à série, a mim isso soa mais como algum tipo de trauma, que por ressentir de experiências dolorosas, passa a desconfiar de tudo a sua volta.

 

Não Mr. Underwood…

O mundo não é tão linear quanto o roteiro dessa série tão superestimada.
E por aqui, nem todo mundo age em benefício próprio
e nem toda ação é estratégica.

E sim, por mais démodé que pareça, ainda existem pessoas decentes.
O problemas é que por aí, nos templos da ganância, será mesmo difícil encontrar essa estirpe.

Com as etiquetas , , , , , , , , ,

Pró-cultura

Um dos meus objetivos com esse Blog é buscar e compartilhar conteúdo cultural com vcs. Existe certo tabu no meio cristão em relação ao acesso à produção cultural, há uma enorme resistência, muitas vezes carregadas de preconceito e ignorância, em aceitar o fato do cristão gostar e buscar cultura (eu assumo, gosto muito!). E esse tabu somente agravou o problema. Como? Pelo simples fato de que a cultura é uma necessidade inata do ser humano, que trata dos os pontos nevrálgicos da existência (vida, morte, amor, dor, prazer…) e por isso sempre haverá uma vozinha dentro de cada um de nós clamando por isso, uma necessidade viva, orgânica, que tem nas produções culturais releituras dessa existência. Por vários anos a igreja preferiu diminuir essa necessidade, e não deu outra, os produtores de cultura se afastaram da igreja e dos valores cristãos. Quem sabe (permitam-me criar hipóteses) com uma postura diferente por parte da liderança da Igreja, hoje não estaríamos desfrutando de produtos culturais menos fúteis ou mais profundos (se preferirem). Além disso, tachou-se indiscriminadamente de pecador quem apreciasse essa cultura produzida fora da igreja (quem, dentro da igreja, nunca sofreu algum tipo repreensão por ouvir música não cristã?) e com isso a Igreja perdeu espaço e voz em nossa sociedade, que releva muito mais as palavras de qualquer astro Cult que a própria figura do Papa.
Não que eu queira introduzir o mundo na Igreja, não pelo contrário, o fato é que já passou da hora de acabarmos de vez com tanta mediocridade e hipocrisia dentro da Igreja (que julga naturalmente quem ouvi música secular, e encobre os pecados que adoecem a Igreja: julgamento, a falta de amor, religiosidade…). Eu gostaria é que a voz da Igreja de Cristo ecoasse pelos vales deste mundo caótico e pedido e que fossemos luz em meio a tanta escuridão. E que outro meio tão fascinante, fantástico e eficiente como a produção cultural pode haver para isso? Abramos os olhos para o poder de ação do produto cultural e o usemos para o bem antes que o mal o utilize para outros fins, como o fizeram os nazistas (com cinema nazista).

Graça e Paz!!!

Emerson de Oliveira Souza

Com as etiquetas , , , , , , ,